O NUAGRÁRIO

O Núcleo de Estudos Agrários e Dinâmicas Territoriais (NUAGRARIO) vem desde 2006 desenvolvendo atividades de pesquisa, inicialmente, os trabalhos estavam voltados para o entendimento das Comunidades de Fundos de Pasto existentes no município de Oliveira dos Brejinhos no estado da Bahia. Posteriormente, ampliamos as possibilidades do Núcleo estendendo as pesquisas para o entendimento da estrutura fundiária do estado de Alagoas, utilizando para alcançar esse objetivo dos dados disponibilizados pelo IBGE, referentes a estrutura fundiária iniciando os levantamentos de 1940, o  Índice de Gini e a Curva de Lorenz são utilizados para mensuração. Da leitura da concentração da terra e reflexões resultantes, fomos provocados, no bom sentido, a pesquisar sobre para espacialização dos conflitos no campo alagoano e a distribuição dos assentamentos rurais de reforma agrária; trabalhos sobre o agronegócio, em particular, o sucroalcooleiro e seu amargo sabor; tramas e enredos da cidade, do urbano e da relação campo-cidade. Esses temas se conectam e se sobrepostos à realidade encontrada no estado de Alagoas quando analisamos a produção e a organização do espaço, o território, as territorialidades e das dinâmicas territoriais envolvidas no movimento da penetração do capitalismo no campo, a qual se baseia na hegemonia da “pequena política”, lembrando Gramsci, e numa peculiar relação capital-trabalho e no poder no qual ainda perdura das oligárquicas tradicionais.

 

Responsáveis pelo portal:

Prof.a. Dr.a. Cirlene Jeane Santos e Santos.

Prof. Esp. Ricardo Santos de Almeida.

 

Conheça nossos pesquisadores

Coordenado pela Prof.a. Dr.a. Cirlene Jeane Santos e Santos o NUAGRARIO objetiva a participação de estudantes proporcionando a compreensão do espaço geográfico sob um viés crítico e analítico.

Clique aqui para conferir nossos pesquisadores.

Nossas Notícias

Nova atividade da disciplina Geografia Agrária já está disponível: Fórum Geografia Agrária 3

22/01/2013 19:25

Por: Ricardo Santos de Almeida.

 

Caros colegas,

A nova atividade de interação através de fórum já está disponível através do link: http://www.nuagrario.com/forumgeografiaagraria/

 

O objetivo desta nova atividade visa a discussão sobre o modo capitalista de produção e as relações não-capitalistas de produção que estão sendo discutidas nessa semana em sala de aula.

 

A participação e interação no fórum é de suma importância e conta bônus de atividade para as notas. Se conhecer alguém que não recebeu este e-mail, por favor, solicite que entre em contato presencialmente ou virtualmente.

 

As considerações sobre os comentários dos fóruns Geografia Agrária 1 e Geografia Agrária 2 estão disponíveis no portal para visualização.

 

Sobre o Fórum Geografia Agrária 3

 

A atividade requer a leitura de material disponível virtualmente em formato .pdf bem como a análise de quadrinho e das palavra-chave solicitadas como pesquisa para debate em sala de aula no decorrer da semana diretamente relacionadas ao modo de produção capitalista e as relações não-capitalistas, ou seja, todos os elementos contidos nos materiais disponíveis fazem parte de um contexto que direciona reflexão sobre o modo de produção vigente e é através deste meio de interação que a reflexão sobre os elementos discutidos em sala de aula promove um ensino-aprendizagem mais eficaz.

 

Sendo assim,

A autora Beatriz Regina Zago de Azevedo em seu estudo frisa como se dá o processo de acumulação capitalista a partir das relações não-capitalistas. Considerando sua análise identifique os principais pressupostos teóricos utilizados pela mesma a fim de afirmar as intencionalidades e ideologias capitalistas explicitas ao longo do quarto capítulo e da conclusão da tese de doutorado entitulada “A produção não-capitalista: uma discussão teórica”. Para tal, correlacione os elementos estruturantes do modo de produção capitalista debatidos em sala de aula dentre os quais se destacam as relações envolvendo o Estado, o capital e o trabalho, a alienação, o fetichismo da mercadoria, a diferenciação entre capital e dinheiro, mais-valia e suas variantes (mais-valia relativa e mais-valia absoluta). Além do capítulo da tese (contida no link) complemente a análise interpretando também o quadrinho (contido na página do fórum Geografia Agrária).



Atenciosamente,
Ricardo Santos de Almeida.
Monitor da disciplina Geografia Agrária.
Núcleo de Estudos Agrários e Dinâmicas Territoriais (NUAGRÁRIO).
Instituto de Geografia, Desenvolvimento e Meio Ambiente (IGDEMA).
Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

Pesquisador do NUAGRÁRIO expõe fotografias no Hospital Escola Portugal Ramalho - Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (HEPR-UNCISAL)

08/12/2012 12:53

Por: Ricardo Santos de Almeida.

 

O pesquisador Ricardo Santos de Almeida expõe fotografias no hall interno do Hospital Escola Portugal Ramalho.

 

As fotografias que compõe o conjunto da exposição trás a tona elementos das paisagens de pesquisas de campo realizadas em Vitória da Conquista/BA, Olinda/PE, Canindé do São Francisco/SE e Coruripe, Delmiro Gouveia, Maceió, Japaratinga/AL e causarão reflexões sobre a transformação da natureza a partir das ações do homem enfatizando as categorias analíticas da Geografia.

Figura 1. Ricardo no rio Ipanema, em Alagoas (2012).

 

Confiram abaixo o convite do portal do Hospital Portugal Ramalho sobre a I Semana de Arte e Cultura:

 

O Hospital Escola Portugal Ramalho (HEPR) através do Núcleo de Gestão com Pessoas (NPG) estará realizando no período de 10 a 14 de dezembro a I Semana de Arte e Cultura, no hall interno da unidade hospitalar.

 

Os trabalhos apresentados são confeccionados pelos servidores da instituição, que também apresentarão resultados em fotografia, culinária, artesanato e poesia.

 

“A poesia terá um espaço reservado com a organização de varal de autores da Casa que já publicaram livros de poemas”, explica a assistente social e integrante do NGP, Suely Bernardo.Segundo Bernardo, além da mostra de poetas e poetisas já consagrados, o evento também propiciará, concomitantemente aos artistas anônimos, a oportunidade de exporem seus talentos.A abertura do festival será realizada às 18h com a apresentação do Pastoril e grupo de dança do HEPR. No último dia, o encerramento do evento contará com a apresentação do Coral dos Correios.

 

http://hepr.uncisal.edu.br/?p=531

<< 3 | 4 | 5 | 6 | 7 >>